CLS

Imagem
CLS supports physiological pacing
Uma nova era de marcapassos fisiológicos
Imagem
CLS supports physiological pacing
Uma nova era de marcapassos fisiológicos

Closed Loop Stimulation

Uma nova era de marcapassos fisiológicos

A BIOTRONIK, é pioneira em algumas das soluções mais importantes da indústria para aumentar a eficácia das terapias, otimizar o fluxo de trabalho em consultórios e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Uma destas soluções é o Closed Loop Stimulation (CLS), uma tecnologia única de adaptação fisiológica da frequência.




Como funciona o estímulo fisiológico do CLS?

O CLS é integrado ao sistema controle cardiovascular natural e determina a frequência cardíaca adequada com base nas medições contínuas de impedância intracardíaca. Estas medições refletem as mudanças na dinâmica de contração cardíaca em reação às informações que vêm direito do sistema nervoso autônomo.

O débito cardíaco é produto da frequência cardíaca e do volume sistólico. O débito cardíaco é “monitorado” pelo sistema nervoso autônomo por meio da pressão arterial média. As alterações na pressão arterial média influenciam as informações que chegam do sistema nervoso autônomo e, assim, afetam a frequência cardíaca e a dinâmica de contração do miocárdio, resultando na adaptação do débito cardíaco à demanda metabólica atual.

Em pacientes com incompetência cronotrópica ou outras disfunções do nódulo sinusal, o CLS monitora a dinâmica de contração e a converte em adaptação da frequência cardíaca adequada, fornecendo terapia fisiológica comprovada.

Com isso, o CLS emula o nódulo sinusal saudável fornecendo frequências cardíacas ideais em todas as situações, até mesmo durante a atividade mental - um recurso exclusivo da BIOTRONIK.

Imagem
How CLS works

Quais dispositivos da BIOTRONIK estão equipados no CLS?

O CLS está disponível no portfólio completo dos dispositivos cardíacos terapêuticosda BIOTRONIK:

  • Terapia de bradicardia: Marca-passos - SR-T e DR-T
  • Terapia de taquicardia: Desfibriladores cardíacos implantáveis (CDIs) - VR-T, DR-Te DX
  • Terapia de ressincronização cardíaca: CRT-D e CRT-P

Perguntas Frequentes

  • São necessários eletrodos especiais para o CLS funcionar? Não, o funcionamento próprio do CLS não depende do tipo ou da posição de fixação do eletrodo. Todos os eletrodos unipolares ou bipolares com fixação ativa ou passiva são compatíveis, contanto que seja posicionado no ventrículo direito.
  • O CLS pode ser usado em combinação com beta-bloqueadores? O CLS utiliza uma média das 256 curvas de repouso e, portanto, pode reagir com rapidez e eficácia às alterações na dinâmica de contração. Os beta-bloqueadores exercem uma influência na contratilidade básica e, consequentemente, atualizam a curva de referência, fornecendo modulação ideal da frequência e inibindo a ação do CLS.
  • E sobre o CLS em combinação com síncope vasovagal? Foi comprovado que o CLS é bastante eficaz para pacientes com síncope vasovagal. Devido ao aumento antecipado na contratilidade logo antes do evento de síncope, o CLS consegue elevar a frequência cardíaca imediatamente, evitando a queda da frequência, o que costuma ser a causa da síncope vasovagal.
  • E quanto as alterações na contratilidade básica (p. Ex., DCM, infecções, AMI)? A curva de referência se adapta ao estado alterado na contratilidade básica e calibra o CLS automaticamente para se adequar a essas circunstâncias.